quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Respondendo Comentários #8 - "Jesus não é bom", "O Pai é maior" e etc.


O leitor Egidio Mussa comentou no meu texto O texto bíblico mais mal interpretado... por céticos o seguinte:

VEJA SENHOR O QUANTO EU SOU IGNORANTE:

CONTINUO PERCEBER MAL A ESTE VERSÍCULO E NÃO CONCORDANDO COM A SUA CLARA E OBJETIVA EXPLICAÇÃO...

"Em nenhuma parte desse texto Jesus nega ser Deus. Ele simplesmente diz que apenas Deus é bom. Ele nem ao menos nega que é bom. Apenas parece estar perguntando se o jovem rico tem alguma noção do que esta dizendo ao lhe chamar de bom"
Não, cristãos. Jesus estáva repreende-lo, quando disse "Por que me chamas bom? "
ELE ESTÁ REVELAR QUE NÃO ERA BOM.
O Bom é aquele [DEUS (O PAI)] que é " MAIOR que ele" segundo (João 14:28).
Você está interpretar como se JESUS disse o seguinte:
COMO SABES QUE EU SÓ BOM, POIS NINGUÉM É BOM SENÃO UM QUE É DEUS?
Mas JESUS queria ensinar a ele que deveria dirigir este elogio somente a "UM QUE É DEUS" - Sabemos que Jesus ORAVA E GLORIFICAVA o DEUS maior que ele e melhor que ele.
Até mesmo na crus JESUS não se esqueceu desse Deus ("MAIOR QUE EU" ) quando disse:
Ó (BOM) DEUS (ÚNICO), POR QUE ME DESAMPARASTE?
Se Jesus é deus, não havia porque Jesus dizer que deus era outra pessoa (maior ou melhor que ele).
Ou deus se fantasiou de Jesus?
Se deus é onipresente, ele não precisava "vir ao mundo", pois já estaria em todo lugar.
Repare que no velho testamento deus falava diretamente com as pessoas.

Portanto, não precisaria de se travestir de outrem para isso.

Além do mais, se Jesus veio ao mundo para nos ensinar a ser um filho obediente, como poderia ele dar um conselho desses?

"Jesus disse: eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, a filha contra sua mãe e a nora contra sua sogra"
(Mateus 10:35)
E o que me diz de Lucas 14:26? Um belo "conselho" para ser um filho obediente, não?
"Não há quem seja bom, exceto Deus"
ou seja
ESSE ELOGIO, VOCÊ SÓ DEVE DIRIGIR AO PAI (ÚNICO DEUS) QUE "É MAIOR QUE EU (Jesus) "

Vamos responder por partes. (Recomendo ler o texto linkado acima antes de ler minha resposta ao comentário.)

"Jesus não é bom", "O Pai é maior" e bla bla bla


Parte 1


Primeiro ele cita meu texto para, em seguida, fazer seus comentários:

"Em nenhuma parte desse texto Jesus nega ser Deus. Ele simplesmente diz que apenas Deus é bom. Ele nem ao menos nega que é bom. Apenas parece estar perguntando se o jovem rico tem alguma noção do que esta dizendo ao lhe chamar de bom"
Não, cristãos. Jesus estáva repreende-lo, quando disse "Por que me chamas bom? "
ELE ESTÁ REVELAR QUE NÃO ERA BOM.

A chave para responder o primeiro comentário é a ultima frase. Ora, Jesus não era bom? Como pode alguém que não é bom cumprir toda a lei? Note, quando se diz Lei em um contexto judaico, estamos falando de toda a Torah. Todos os mandamentos nos cinco primeiros livros da Tanach (Antigo Testamento). Portanto, Jesus não apenas cumpriu os Dez Mandamentos, mas também todos os encontrados no restante da Torah. Mandamentos como:

Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.
Deuteronômio 6:5

Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor.
Levítico 19:18

Jesus não apenas cumpriu todas as leis cerimoniais, como também os mandamentos morais do Antigo Testamento. Cristo diz:

Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim abrogar, mas cumprir.
Mateus 5:17

Esta dizendo que uma pessoa que cumpre todos os preceitos morais e ordens de Deus não é uma pessoa boa? E mais, a Bíblia diz que Jesus não possuía pecado algum:

Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.
Hebreus 4:15

E bem sabeis que ele se manifestou para tirar os nossos pecados; e nele não há pecado.
1 João 3:5

Então, de acordo com a Bíblia, Jesus cumpriu toda a Lei e não possuía pecado algum. Além disso, a Lei do Antigo Testamento relacionada a sacrifícios proibia o sacrifício de animais com defeito:

Não sacrificarás ao SENHOR teu Deus, boi ou gado miúdo em que haja defeito ou alguma coisa má; pois abominação é ao SENHOR teu Deus.
Deuteronômio 17:1

Já que esses sacrifícios prefiguravam Cristo, Ele também não podia ter defeito. Então, o argumento de que Aquele que cumpriu a Lei e que não possuía pecado algum não era alguém bom cai por terra. A não ser, é claro, que o comentarista esteja disposto a dizer que Jesus era um pecador que falhou em Sua missão.

Parte 2


O Bom é aquele [DEUS (O PAI)] que é " MAIOR que ele" segundo (João 14:28).
Você está interpretar como se JESUS disse o seguinte:
COMO SABES QUE EU SÓ BOM, POIS NINGUÉM É BOM SENÃO UM QUE É DEUS?
Mas JESUS queria ensinar a ele que deveria dirigir este elogio somente a "UM QUE É DEUS" - Sabemos que Jesus ORAVA E GLORIFICAVA o DEUS maior que ele e melhor que ele.

João 14:28 diz:

Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para o Pai; porque meu Pai é maior do que eu.
João 14:28

Jesus não estava dizendo que o Pai é ontologicamente maior do que Ele. (ontologia = o ser, a natureza do ser, existência, etc.). Mas sim que Jesus havia se submetido quando encarnou. Jesus não é em essência menor do que o Pai, mas sim em função. Do mesmo modo que um presidente não é maior em essência que os cidadãos, mas sim em função. O apostolo Paulo diz:

De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,
Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,
Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;
Filipenses 2:5-7

A palavra grega para forma é μορφῇ [morphe], que significa forma, aparência, formato com relação à mesma essência. Então, a frase do versículo 6:

ὃς ἐν μορφῇ Θεοῦ ὑπάρχων
hos em morphe Theon huparchon

É traduzida literalmente como:

“Que, possuindo a forma e essência de Deus...”

Logo em seguida, o texto diz que Ele “esvaziou-se a si mesmo.” A palavra grega para “esvaziou-se” é ἐκένωσεν [ekenósen], que significa literalmente esvaziou-se mesmo. 
Até mesmo a Tradução Novo Mundo das Testemunhas de Jeová, que negam que Jesus é o Deus Todo Poderoso, traduz:

Mantenham a mesma atitude que Cristo Jesus teve: embora ele existisse em forma de Deus, não pensou numa usurpação, isto é, em ser igual a Deus. Pelo contrário, ele abriu mão de tudo que tinha e assumiu a forma de escravo e se tornou humano. (TNM de Filipenses 2:5-7)

Mas nós não precisamos ir tão longe. O argumento daquele que fez o comentário iria fazer João contradizer a si mesmo.
O texto citado ocorre no capítulo 14 de João. Alguns versículos antes, Jesus diz:

E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro [ἄλλος] Consolador, para que fique convosco para sempre.
João 14:16

Note que o Pai enviará outro Consolador quando Jesus partir. Esse verso é estritamente Trinitário. A palavra grega allos significa outro da mesma espécie. Do mesmo modo que quando dizemos “outro CD” ou “outro filme”. Se fosse algo de outra espécie ou essência, a palavra grega usada seria ἕτερος [heteros]. Então, o Espirito Santo é da mesma natureza de Jesus, que é da mesma natureza do Pai. Logo, o argumento é inválido.
Um outro ponto a ser feito é que Jesus se coloca em igualdade com o Pai quando ora. Vejamos os seguintes versos:

E tudo quanto pedirdes [αἰτήσητέ = aitēsēte]em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
Se pedirdes [αἰτήσητέ] alguma coisa em meu nome, eu o farei.
João 14:13,14

E eu rogarei [ἐρωτήσω = erōtēsō] ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre;
João 14:16

Note a diferença nas palavras pedir e rogar no grego. João usa a palavra erótan apenas quando a ação vem de Jesus, e aiten quando vem de alguém inferior. Isso não ocorre necessariamente em todos os casos. Mas a tendência é essa. O Comentário Bíblico de Cambridge diz:

16. E eu rogarei ao Pai] ‘Eu’ é enfático: ‘vocês fazem a sua parte na terra, e eu faço a minha no Céu.’ Nossas traduções mais uma vez fizeram uma distinção correta, mas inadequada [...] A palavra para ‘rogar’ aqui é diferente da usada para ‘pedir’ João 14:13-14; mas das duas aquela usada em ‘rogar’ (erôtân) é (enquanto houver uma distinção) a menos suplicante. É a palavra que sempre é usada por São João quando Cristo fala de Suas orações ao Pai (João 16:26, João 17:9; João 17:15; João 17:20); nunca a palavra usada em ‘pedir’ (aitein) a qual Marta, menos cuidadosa que o Evangelista, usa quando fala das orações de Cristo (João 11:22). Mas, a distinção não deve ser pressionada como se aitein sempre fosse usado por inferiores (contra o que Deuteronômio 10:12; Atos 16:29; 1 Pedro 3:15 são conclusivos), ou erôtân sempre de iguais (contra o qual Marcod 7:26; Lucas 4:38; Lucas 7:3; João 4:40; João 4:47; Atos 3:3 são igualmente conclusivos), apesar da tendência ser nessa direção. Em 1 João 5:16 ambas as palavras são usadas. No Grego clássico erôtân nunca é ‘para fazer um pedido’, mas sempre (assim como em João 1:19; 1:21; 1:25, 9:2; 9:15; 9:19; 9:21; 9:23) ‘para fazer uma pergunta’. [1]

Parte 3


Até mesmo na crus JESUS não se esqueceu desse Deus ("MAIOR QUE EU" ) quando disse:
Ó (BOM) DEUS (ÚNICO), POR QUE ME DESAMPARASTE?
Se Jesus é deus, não havia porque Jesus dizer que deus era outra pessoa (maior ou melhor que ele).
Ou deus se fantasiou de Jesus?
Se deus é onipresente, ele não precisava "vir ao mundo", pois já estaria em todo lugar.
Repare que no velho testamento deus falava diretamente com as pessoas.
Portanto, não precisaria de se travestir de outrem para isso.

A Segunda Pessoa da Trindade esvaziou-se a si mesma e se tornou um homem. Jesus Cristo, verdadeiramente Deus e verdadeiramente homem. A Segunda Pessoa da Trindade falou com a Primeira Pessoa da Trindade como sempre foi em sua relação.
Cristo veio ao mundo para nos salvar. Cristo viveu uma vida perfeita, sem pecado. Foi punido em nosso lugar para que pudéssemos ser salvos. A única condição para ser salvo é crer que Jesus é Deus e Salvador.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
João 3:16,17

Parte 4


Além do mais, se Jesus veio ao mundo para nos ensinar a ser um filho obediente, como poderia ele dar um conselho desses?
"Jesus disse: eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, a filha contra sua mãe e a nora contra sua sogra"
(Mateus 10:35)
E o que me diz de Lucas 14:26? Um belo "conselho" para ser um filho obediente, não?

Os dois textos citados são esses:

Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;
Mateus 10:35

Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo.
Lucas 14:26

Comentaremos o texto de Mateus primeiro. Na verdade, qualquer um que ler o contexto saberá responder aos dois. Vejamos:

Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.
Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.
Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;
Porque eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra;
E assim os inimigos do homem serão os seus familiares.
Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim.
E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.
Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á.
Mateus 10:32-39

O contexto sugere que, se você nega a Cristo por causa de seus familiares descrentes, então Cristo também te negará. Você deve ser Sal da terra, não docinho.
O mesmo vale para o texto de Lucas. Logo em seguida, Jesus diz:

E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo.
Lucas 14:27

Assim, pois, qualquer de vós, que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo.
Bom é o sal; mas, se o sal degenerar, com que se há de salgar?
Nem presta para a terra, nem para o monturo; lançam-no fora. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.
Lucas 14:33-35

Jesus esta dizendo que Ele deve ser a coisa mais importante em nossas vidas. Não devemos dar mais importância a familiares, amigos ou objetos do que damos a Ele.

Parte Final


"Não há quem seja bom, exceto Deus"
ou seja
ESSE ELOGIO, VOCÊ SÓ DEVE DIRIGIR AO PAI (ÚNICO DEUS) QUE "É MAIOR QUE EU (Jesus) "

De fato, esse elogio só deve ser dirigido ao único Deus. A doutrina da Trindade diz que existe apenas um Deus que subsiste em três Pessoas: O Pai, o Filho e o Espirito Santo.
Talvez a ênfase em “único Deus” seja uma referencia ao texto de Deuteronômio:

Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.
Deuteronômio 6:4

Uma tradução literal seria:

Ouve O Israel, O Senhor [Yahweh] nosso Deus [Eleinu] Senhor [Yahweh] é um.

Eleinu é uma palavra no plural. Já a palavra para “um” é echad. Essa palavra significa, literalmente, um. Mas não significa absolutamente um. Echad pode significar uma unidade composta. Como em Gênesis 2:4, quando diz que “homem e mulher se tornarão uma [echad] só carne”. O mesmo em Gênesis 11:6, que diz que “Eles são um [echad] só povo e falam uma [echad] só língua”.

Conclusão


Pelo comentário, não ficou nada claro se essa pessoa é uma Testemunha de Jeová ou Espirita, ou alguma outra seita esquisita. Mas espero que minha resposta tenha ficado clara (embora, um pouco técnica). Os textos citados por ele não refutam em absolutamente nada a Divindade de Cristo. De fato, alguns, em contexto, mostram que Ele afirmou ser Deus. Oremos por essa pessoa.

Fontes



[1] – Bible Hub, Cambridge Bible for Schools and Colleges, http://biblehub.com/commentaries/cambridge/john/14.htm

10 comentários:

  1. Cara eu gostaria de saber se vc acredita em ocultismo e se vc acredita que os iluminatis dominam o mundo

    ResponderExcluir
  2. Estamos unânimes que o santo JESUS foi homem e realmente nascido (por Maria)!

    Até mesmo Maria teve que ser purificada depois de dar à luz a Jesus. [Lucas 2:22 ]
    Ela era imunda dando à luz ao Filho de Deus!

    Leia:
    Jó 25:4

    ““Como, pois, pode o homem ser justo diante de Deus, e como pode ser puro aquele que nasce da mulher?
    ””

    A minha pergunta é: (0bviamente) o não “justo” e o “impuro” como pode ser BOM?

    Certamente não podemos ofender jeova, Jesus fez muito bem não assimir ser bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você nem contra-argumentou o texto dele. Pelo amor de Deus!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. JESUS foi diligentemente muito cuidadoso não declarar que é bom, pois, ““ NINGUÉM HÁ BOM SENÃO UM QUE É DEUS ””

    ResponderExcluir
  4. ““ Você nem contra-argumentou o texto dele””

    Que é que te leva disser isto?
    Ou
    Então que é que você acha? ((Estou com ele ou não?))

    Se sim, prove apartir do meu comentário!

    Se não, então diga que te leva disser isto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jesus não é só homem mais sim Deus logo essa passagem não nega nada sobre Jesus,Jesus é imaculado logo justo:Heb_4:15 Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

      Excluir
  5. Três relatos da vida de Jesus incluem o registro de uma conversa entre Jesus e um jovem rico, homem de posição (Mateus 19:16-22; Marcos 10:17-22; Lucas 18:18-23). Quando este jovem chamou Jesus de “Bom Mestre”, ele respondeu: “Por que me chamais bom? Ninguém é bom, senão um, que é Deus” (Lucas 18:19).

    Pessoas que não acreditam na divindade de Jesus frequentemente usam este episódio para dizer que ele mesmo não se considerou divino. Devemos rejeitar esta interpretação por vários motivos. Considere estes fatos:

    1. Se Jesus tivesse negado a sua divindade neste versículo, ele teria contradito seu próprio ensinamento e conduta em outros lugares. Jesus afirmou ser o “Eu Sou” que existia antes de Abraão (João 8:58,24). Ele aceitou adoração, sabendo que só Deus merece ser adorado por suas criaturas (Mateus 8:2; 4:10). Além das afirmações de Jesus, outros textos do Novo Testamento mostram sua divindade (João 1:1; Hebreus 1:6; etc.)

    2. Jesus não negou ser bom. Outros textos também afirmam a perfeição de Jesus que viveu sem pecado (Hebreus 4:15; 1 Pedro 2:22) quando cumpriu sua missão de mostrar a bondade de Deus para o mundo pecador (João 3:16; 10:11; Romanos 11:22).

    3. A pergunta de Jesus não serviu para negar a afirmação do jovem rico. Serviu para destacar a autoridade daquele que logo em seguida exigiria dele um sacrifício difícil. Se este jovem refletisse sobre o significado das suas próprias palavras, a confissão que Jesus é o Bom Deus, ele não teria desculpa ao rejeitar as instruções do Senhor. O mesmo Deus que revelou no Antigo Testamento os mandamentos que este homem guardava a vida toda (“Não adulterarás, não matarás, não furtarás”, etc.) agora diria: “Vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro nos céus; depois, vem e segue-me” (Lucas 18:22). O jovem precisava reconhecer que estava naquele momento diante do Bom Deus.

    4. Em outras ocasiões, Jesus falou coisas semelhantes. Ele disse: “Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto” (Mateus 4:10), não para negar a sua divindade, e sim para negar a sugestão do diabo. Ele pagou o imposto do templo, mas não negou ser Filho do dono da casa (Mateus 17:24-27). Ele perguntou aos apóstolos: ”Mas vós,... quem dizeis que eu sou?” (Mateus 16:15) não por causa de dúvida sobre a sua divindade, mas para chamá-los ao compromisso necessário para suportar o que viria pela frente (Mateus 16:16; cf. 16:21-26).

    Jesus é bom. Ele é divino. Ele merece a nossa adoração e obediência!

    ResponderExcluir
  6. Você respondeu meu comentário, ou repetiu o que o autor do texto disse?

    <<<>>

    A questão mas clara que você devia responder é:


    ““Como, pois, pode o homem ser justo diante de Deus, e como pode ser puro aquele que nasce da mulher?””

    Se você conseguir responder essa questão, saiba que não responde amim mas a BÍBLIA!


    ResponderExcluir