quinta-feira, 19 de maio de 2016

Pode o Cristão comer a “carne proibida” do Antigo Testamento?


Esse seria um tópico de pouquíssima importância, se não fossem as seguintes afirmações:

“E nós, para podermos entrar na pátria celestial, necessitamos de uma preparação maior que a dos Judeus (que se alimentavam de carne) para entrarem na Canaã terrestre. Nesta preparação, devemos, portanto, nós os que vivemos no tempo do fim, abster-nos do alimento cárneo com maior razão que eles” (Livro: “A Carne e a Saúde”, p.126)

“Se Deus quiser que Seu povo se abstenha da carne de porco, Ele os convencerá a respeito desse assunto.” (Ellen White, Testimonies, vol. 1, págs. 206 e 207)

Precisa adotar a reforma de saúde em sua vida; negar a Vendendo os direitos de primogenitura si mesmo e comer e beber para a glória de Deus. Abstenha-se dos desejos carnais “que combatem contra a alma”. 1 Pedro 2:11. Você necessita praticar a temperança em todas as coisas. Eis uma cruz que você tem evitado. Restringir-se a um regime alimentar simples, que o conservará nas melhores condições de saúde, é a tarefa que lhe cabe. Se houvesse vivido à luz que o Céu permitiu brilhar sobre seu caminho, muito sofrimento poderia ter sido evitado em sua família. Sua conduta trouxe o seguro resultado. Enquanto você continuar nesse rumo, Deus não visitará nem abençoará de modo especial sua família e não realizará um milagre para poupá-lo do sofrimento. Um regime simples, livre de condimentos, de alimentos cárneos e gorduras de toda espécie, se demonstraria uma bênção para você e pouparia a sua esposa muito sofrimento, aflições e desalento. (Ellen White, Testemunhos para a Igreja 2, p. 45,46)

“Entre os que estão aguardando a vinda do Senhor, o comer carne será afinal abandonado; a carne deixará de fazer parte de sua alimentação.” (Ellen White, Conselhos sobre Regime Alimentar, p. 324)

Fica claro que para dona White (e outros, já que a primeira citação não é dela) o Cristão verdadeiro tem que parar de comer carne. Ela esta incorreta? Sim.

Pode o Cristão comer a “carne proibida” do Antigo Testamento?


Seria Ellen White uma herege?


Baseando-nos nos textos abaixo, sim. Veja o que ela escreveu:

“A reforma da saúde, me foi mostrado, é parte da mensagem do terceiro anjo e esta tão conectada com ela quanto o braço e a mão no corpo humano.” (E.G.W., 1 Testimonies, p. 486)

Agora, isso não esta em parte alguma da mensagem do Terceiro Anjo em Apocalipse. Veja:

E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão,
Também este beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.
Apocalipse 14:9,10

Por que eu digo que é heresia? E por que nessa parte especifica, se ela adicionou mais mil e uma coisas que não estão na Bíblia? Simples: Porque isso é uma adição ao livro do Apocalipse:

Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro
Apocalipse 22:18

Mas, enfim, eu falo dela em outro texto.

A lei esta conosco desde o princípio?


Não. É bem possível sim que os primeiros seres humanos tenham sido vegetarianos. Porém, Deus diz:

Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; tudo vos tenho dado como a erva verde.
Gênesis 9:3

Agora, aqueles que observam as leis alimentícias do Antigo Testamento dirão que, já que Noé sabia quais animais eram impuros e puros, Deus não precisaria dizer isso a ele, já que isso faria parte do senso comum. Mas, como você deve ter notado, isso não esta em parte alguma do texto. O texto é bem claro em dizer que “tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento”.
Em sua defesa, o seguinte texto pode ser apresentado:

Dos animais limpos e dos animais que não são limpos, e das aves, e de todo o réptil sobre a terra
Gênesis 7:8

E, com isso, se supõe que esses animais não-limpos eram os que Noé evitaria comer. Bom, qual é o problema disso? Simples, um texto não tem relação alguma com o outro. E além disso, as palavras hebraicas são diferentes para as usadas na lei dos alimentos. Em Gênesis 7:8, a palavra para “limpo” é tahor, e para os “não limpos” é nahtahor. Mas, em Levítico, o que é usado para os animais impuros é tome. Então, uma coisa não tem nem relação com a outra. Ja que o autor é o mesmo, não se pode dizer que ele usou dois termos diferentes para a mesma coisa. Nahtahor significa "não-puro" e tome significa impuro. Moisés devia ver essas duas palavras com significados diferentes. É muito mais provável que, em Gênesis, ele esta falando dos animais que não são limpos para sacrifício.

Para quem era a lei?


A lei alimentícia (assim como todas as leis do Antigo Testamento) eram apenas para Israel. Apenas para Judeus:

E falou o SENHOR a Moisés e a Arão, dizendo-lhes:
Fala aos filhos de Israel, dizendo: Estes são os animais, que comereis dentre todos os animais que há sobre a terra.
Levítico 11:1,2

Pois a Lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por intermédio de Jesus Cristo.
João 1:17

É interessante que em Colossenses 2, geralmente nos concentramos no que Paulo fala sobre as festas anuais, mensais e semanais. Mas ele explicitamente fala sobre alimentos também:

E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas,
Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.
E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo.
Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,
Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo.
Colossenses 2:13-17

Outro texto que é relevante para o assunto é o de Romanos 14:

Portanto, deixemos de julgar uns aos outros. Em vez disso, façamos o propósito de não colocar pedra de tropeço ou obstáculo no caminho do irmão.
Como alguém que está no Senhor Jesus, tenho plena convicção de que nenhum alimento é por si mesmo impuro, a não ser para quem assim o considere; para ele é impuro.
Romanos 14:13,14

Qualquer um que ler o texto verá que Paulo diz que nenhum alimento é impuro, a não ser que sua consciência o diga. E só. Minha consciência permite bacon. E permite porque Jesus disse:

Os fariseus e alguns dos mestres da lei, vindos de Jerusalém, reuniram-se a Jesus e
viram alguns dos seus discípulos comerem com as mãos "impuras", isto é, por lavar.
(Os fariseus e todos os judeus não comem sem lavar as mãos cerimonialmente, apegando-se, assim, à tradição dos líderes religiosos. Quando chegam da rua, não comem sem antes se lavarem. E observam muitas outras tradições, tais como o lavar de copos, jarros e vasilhas de metal. )
Marcos 7:1-4

Jesus chamou novamente a multidão para junto de si e disse: "Ouçam-me todos e entendam isto:
não há nada fora do homem que, nele entrando, possa torná-lo ‘impuro’. Pelo contrário, o que sai do homem é que o torna ‘impuro’.
Marcos 7:14,15

"Será que vocês também não conseguem entender?", perguntou-lhes Jesus. "Não percebem que nada que entre no homem pode torná-lo ‘impuro’?
Porque não entra em seu coração, mas em seu estômago, sendo depois eliminado". Ao dizer isto, Jesus declarou "puros" todos os alimentos.
E continuou: "O que sai do homem é que o torna ‘impuro’.
Pois do interior do coração dos homens vêm os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios,
as cobiças, as maldades, o engano, a devassidão, a inveja, a calúnia, a arrogância e a insensatez.
Todos esses males vêm de dentro e tornam o homem ‘impuro’ ".
Marcos 7:18-23

É bem claro que a parte destacada não é um dizer de Jesus, mas sim uma adição de Marcos. Claro que, isso não diz nada quanto à verdade dessa afirmação.
Uma resposta que vi a esse texto é a de que, no contexto, Marcos esta falando de lavar as mãos e não deixa-las impuras. Porem, ele é bem direto em fazer os pontos que precisa:
- Estão reclamando de comer com mãos sujas
- Jesus diz que o que entra no corpo não torna a pessoa impura
- Jesus declarou todos os alimentos puros
- O que sai do coração do homem é que o torna impuro
Se Marcos estivesse falando apenas de lavar as mãos, ele não teria colocado que os alimentos são puros, mas sim que qualquer forma de comer alimento é pura. E, de fato, comer com as mãos sujas é ruim para a saúde. Então, Ellen White não notou que isso seria ruim?
Jesus também não esta falando de leis dos fariseus. A ênfase aqui é que o que entra no corpo não torna a pessoa impura, mas sim o que sai do coração. Tentar encaixar qualquer outra coisa no texto é apenas uma tentativa desesperada de defender a profetiza e suas “visões”.
É bom mencionar também que as nações vizinhas no Antigo Testamento nunca são julgadas por leis relacionadas a alimentos ou leis cerimoniais. Elas sempre são julgadas por assassinar, roubar, etc. Como Dr. Michael Brown diz:

“Deus apenas deu as leis dietéticas para a antiga Israel. Ele nunca julga as nações antigas por comerem porco ou coisas do tipo. Ele julga Israel. [...] Va em Amós e leia-o, e você verá que o capítulo um e o começo do dois lidam com as nações vizinhas. E Deus os julga por violações da aliança. Quando você chega a Israel, Deus a julga por quebrar leis especificas. E certas coisas que não são requeridas para as nações.” (AskDrBrown, Must Christians Observe the Dietary Laws? https://www.youtube.com/watch?v=2T2waliihEs [1:18])

Conclusão


Coma o que seu médico disser que pode e evite o que ele disser pra evitar. Mas não faça disso um dever Cristão para os outros. Nós podemos comer de tudo, e dizer que devemos nos abster de carne em geral não é nem ao menos encontrado na Bíblia. É apenas um ensino extra bíblico que faz parte do que a “igreja remanescente” quer ensinar. Se o texto te convenceu, fique a vontade pra ir no mercadão e comer o sanduíche de mortadela. Foi a primeira coisa que eu fiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário