sábado, 8 de agosto de 2015

Uma Resposta ao Um Sábado Qualquer


Antes de criticar a tirinha, queria dizer que sempre pensei no criador delas como um cara genial. Sua maneira de criticar é muito boa e suas ideias são bem criativas. Porem, quando se trata do Cristianismo, a visão pluralista o cega e não o faz enxergar por que sua critica é ruim. Aparentemente, mais da metade de seus seguidores não conseguem enxergar esse problema também.

 Uma Resposta ao Um Sábado Qualquer


O Erro Básico em todas as tirinhas


Não se pode tratar o Deus do Cristianismo como um “carinha barbudo”. Nós não podemos imaginar como Ele é, pois isso seria dizer que Ele é limitado. Eu também não acredito no deus que Carlos Ruas critica. Meu Deus, o Deus do Cristianismo, não é um “carinho barbudo” que fica vigiando la de cima. Ele é um Deus onipresente e onisciente.  Mas deixando os detalhes de lado, vamos considerar alguma coisa ali e ver como ele retrata o Deus cristão e ver se a tirinha esta correta de alguma forma.

Primeiro Quadrinho


Apesar de ser uma “piada”, é importante sabermos que Deus não pode pecar. Simplesmente porque um ser moralmente perfeito não pode errar. Deus é, por definição, o Maior Ser Possível. Como Santo Anselmo dizia, se algo for maior do que Deus, então este seria Deus. O Maior Ser Possível tem que ser onisciente, onipotente, todo amoroso, etc. Ele também é a fonte das verdades morais. Afinal, como pode haver bom e mal, certo e errado sem um padrão imutável? Quando alguém, como o autor da tirinha, diz que alguém esta agindo de forma errada, então esta apelando para um Padrão Imutável – Um Legislador da Lei Moral. Agora, ele pode dizer, ”ah, mas essa é só a moralidade de nossa cultura”, mas nesse caso, ele também teria que admitir que suas tirinhas não estão dizendo nada sobre alguém estar certo ou errado, mas que isso é apenas a opinião dele que nasceu na nessa cultura.

Segundo Quadrinho


“Nem sempre é fácil amar o próximo”? A Bíblia nos diz que Deus ama todos. O que Ele odeia são os atos pecaminosos. Mas de qualquer forma...

Terceiro Quadrinho


Deus criou o universo e os seres vivos. Com o tempo, nos mostrou como nos relacionarmos com Ele. Mas nos escolhemos livremente sair desse relacionamento e ir para outro com algo falso.  É como se a(o) sua/seu namorada(o) adorasse mais a pornografia do que você – Esta trocando um relacionamento de amor por algo que satisfaça sua necessidade momentânea.  Então, se essa pessoa não quer um relacionamento com Deus agora, então não vai querer pela eternidade. “Ah, mas eu quero, por isso tenho uma religião!”, não você não quer. Se quisesse, não buscaria um “caminho mais fácil” apenas pra você. Você não vai até a pessoa que gosta pelo caminho mais fácil, mas tenta conquista-la com o que pode.

Quarto Quadrinho


Verdade. Isso é exatamente o que um Deus Onisciente Criador do Universo diria e poderia dizer.

Sexto Quadrinho


Aqui ele pode estar falando de Deus mandar matar as pessoas no Antigo Testamento. Mas essas pessoas não eram “só de outra religião”. De qualquer forma, eu respondi a isso nesse outro texto.

Sétimo Quadrinho


Você gostaria que aqueles que você criou fossem para um caminho que você sabe que não vai dar certo? Suponha que seu filho estivesse escolhendo algo totalmente contrario ao que você o aconselhou. Agora, você sabe que ele vai fazer caquinha, mas não importa o quanto você diga que ele esta errado, ele vai fazer birra. Você não ficaria um pouco frustrado?

Nono e Decimo Quadrinhos



Deus não “faz favores”. Ele não é um gênio da lâmpada. Muito menos “favores em troca de fidelidade”. Nós não podemos comprar favores de Deus. Orações são conversas com Deus. Claro que podemos fazer pedidos, mas sabendo que se não for da vontade d’Ele, não acontecerá. Mas o assunto orações é algo mais complicado que deixarei pra outro texto...

Nenhum comentário:

Postar um comentário