quinta-feira, 18 de junho de 2015

A Existência de Deus #15 - O Argumento da Verdade


O Argumento da Verdade baseia-se na existência de verdades eternas que são incapazes de serem produtos da de mentes finitas. Esse é outro argumento que eu não defendo, pois não compartilho da visão Platônica de conhecimento. Porem, ele foi escolhido porque tem gente que pensa diferente de mim. (Assim espero, pelo menos.)


O Argumento da Verdade


Premissa 1 – Nossas mentes limitadas podem descobrir verdades eternas

Uma pessoa pode responder a essa premissa dizendo que “não existem verdades eternas”. Porem, para essa frase ser verdade ela teria que ser valida em todos os tempos, sendo assim uma verdade eterna. Tornando a objeção auto refutável.
Existem outras objeções que caem no mesmo “suicídio”. Por exemplo:
“Não existem verdades” – Isso é verdade?
“Não podemos saber a verdade” – Como sabe que isso é verdade?

Premissa 2 – A verdade reside propriamente em uma mente

A meu ver, a única forma de colocar essa idéia é com uma visão Platônica de conhecimento. Nessa visão, por exemplo, formas inteligíveis eternas existem.

Premissa 3 – Mas, a mente humana não é eterna

A mente humana começa a existir e chega a seu fim na morte.

Conclusão – Portanto, deve existir uma Mente Eterna em que essas verdades residem.


Se verdades eternas existem e verdades dependem de mentes, então essas verdades eternas, descobertas por mentes finitas, devem estar em uma Mente Infinita. Essa mente é o que chamamos de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário