quarta-feira, 13 de maio de 2015

Reflexões aleatórias sobre Gênesis e o Éden


Você pensando em Gênesis como uma história verdadeira ou um poema/metáfora, não tem como negar a grande mensagem que esta nele. Todos devem concordar, independente da visão de criação, que existe uma grande lição no Éden.

Reflexões aleatórias sobre Gênesis e o Éden


A criação em Gênesis 2 e o pecado em Gênesis 3

Gênesis 2 se foca inteiramente no Éden e no sexto dia. Vejamos o relato de quando Deus planta o Jardim:

“E plantou o Senhor Deus um jardim no Éden, do lado oriental; e pôs ali o homem que tinha formado. E o Senhor Deus fez brotar da terra toda a árvore agradável à vista, e boa para comida; e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal.” - Gênesis 2:8-9

Quero por sua atenção na descrição de todas as arvores: “agradável a vista e boa para comida”. Agora, a descrição da Arvore do Conhecimento do Bem e do Mal:

“E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento” - Gênesis 3:6

A diferença aqui é que essa arvore é boa para o entendimento. Quando uma tradução diz que é “arvore da ciência”, o leitor pode ser mal direcionado. A arvore não é a da “ciência” que conhecemos, mas sim da ciência no sentido de conhecimento. “Estar ciente de algo”. Note também que no centro do Jardim esta a Arvore da Vida, mas toda a atenção da história esta na Arvore do Conhecimento do Bem e do Mal.
Agora, algumas coisas podem ser vistas aqui, levando em conta que a descrição física da arvore do bem e do mal é igual a de todas as outras arvores: a) Ou todas as arvores eram pecaminosas, ou b) A arvore pecaminosa engana por parecer normal, ou c) Apesar de todas as arvores serem pecaminosas, Adão e Eva só sabiam de uma.
Creio que (c) não é plausível, já que quem avisou sobre a arvore foi o próprio Deus. Mas e (a) e (b)? Quanto a (a), por que Deus não avisou das outras? Creio que a mensagem das duas podem ser verdade. Por um lado, todas as arvores podem ser pecaminosas, mas Adão e Eva só deram atenção a uma. Agora, se nós damos atenção apenas para um pecado, não nos concentramos nos outros pecados que temos. Por outro lado, o fato de um pecado parecer normal faz com que a gente não pense que vai nos machucar.

Todas as arvores ou todas menos uma?

Gênesis 1 diz:

“E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento.” - Gênesis 1:29

Gênesis 2 diz:

“E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” - Gênesis 2:16-17

Gênesis 3 diz:

“E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais. Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.” - Gênesis 3:2-4

A diferença é visível. Em Gen 1 todas as arvores poderiam ser comidas, mas em Gen 2, a arvore do bem e do mal foi proibida de ser comida, se não, morreriam no mesmo dia. Já em Gen 3, Eva diz que Deus disse para não comer da arvore que esta no meio do Jardim, nem tocar nela. E a serpente diz que certamente não morrerá.
Note que Deus disse algo “diferente” no sexto dia. Uma visão superficial diria que é uma contradição, mas isso é muito pouca boa vontade de estudar e pensar no texto. O sexto dia em Gên 1 era uma visão geral, sem menção a Adão e Eva. Mas quando a história esta mais detalhada (Gên 2) então temos que ter mais informações. A mensagem de Gên 2 não é apenas “como ou o que Deus fez no sexto dia”. Mas sim que, mesmo que um único humano esteja perto de Deus, ele ainda esta sujeito ao pecado. Deus deu a Adão e Eva uma escolha.
Agora, Gên 3 tem algo interessante. Em Gên 2, nós sabemos que no centro do Jardim estão a Arvore da Vida e a Arvore do Bem e do Mal. E isso é algo importante. Eva diz: “do fruto da arvore que esta no meio do jardim, não devemos comer e nem tocar”. Olhe qual a atenção de Eva: a Arvore do Bem e do Mal é o centro do Jardim. Mas e a Arvore da Vida? Aparentemente, Eva nem ao menos da atenção a ela. Alem disso, ela acrescenta palavras a Palavra de Deus. Deus disse para não comer, e não pra não comer e não tocar. Eva esta tão preocupada em não pecar e “fazer tudo certinho” que se esquece de dar atenção ao que realmente é certo: A Arvore da Vida.
Eva pecou para tentar obedecer a Deus. Ela colocou outra condição nas palavras de Deus apenas para evitar pecar. Ela estava tão aflita em não pecar que pecou. Eva se preocupou tanto sem seguir a Lei que esqueceu de ir até a Arvore da Vida.

Eva e os Dez Mandamentos

Agora, isso tudo nos da uma reflexão maior quanto aos Dez Mandamentos. Relembrando quais são eles:

Não ter outros deuses alem do Deus verdadeiro
Não fazer imagens e esculturas de Deus para adora-las
Não dirás o nome de Deus em vão
Não trabalhar no Sabbath
Honrar os pais
Não matar
Não adulterar
Não furtar
Não dar falso testemunho
Não cobiçar algo do próximo ou o parceiro do próximo (você realmente acha que isso só vale pra mulheres?)

Uma coisa que precisa ser deixada clara: Você pode manter todos esses mandamentos pra sua vida, mas ainda assim ser pecador.
Você pode acreditar que Deus existe e que é o único Deus verdadeiro, não fazer imagens, não dizer o nome de Deus em vão, guardar o Sabbath, não matar, não furtar, não dar falso testemunho e nem cobiçar. Mas você simplesmente estará deixando de fazer coisas más. Mas simplesmente deixar de fazer coisas más, não te faz fazer coisas boas. Enquanto esses são mandamentos negativos (“não fazer X”), Cristo nos deu dois ensinamentos positivos (“faça Y”), que são:

“Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” - Mateus 22:37-39

Note que Cristo nos disse o que Adão e Eva esqueceram: Você pode fazer de tudo para evitar o pecado (Arvore do Bem e do Mal), mas se não for atrás de Cristo e de fazer o bem (Arvore da Vida), não terá a vida verdadeira.

O que acontece depois?

Depois de comerem do fruto, ambos perceberam que estavam nus e se acusaram. Adão culpou a mulher que Deus deu a ele (conseqüentemente, culpando Deus), e a mulher culpou a serpente. Depois disso, foram expulsos do Éden e da presença da Arvore da Vida e de Deus. Similarmente, quando pecamos, nos afastamos de Cristo e de Deus.
Mas espere, eles não deveriam morrer no mesmo dia em que comessem do fruto? Bom, alguns dizem que apenas o processo da morte começou. Porem, acho que isso tira todo o sentido da história. O que aconteceu foi morte espiritual - A separação de Deus.
Acho que isso tem um significado maior do que aparenta. Você culpa Adão e Eva pelo mal no mundo? Ou você admite que você é parte do problema? “Ah, mas se eles não tivessem pecado eu não pecaria”. Bobagem. Você ainda esta culpando Adão e Eva. Eles pecaram, mas todos pecaram e pecam. Se você culpa outro pelo seu pecado, então você não o esta confessando, esta apenas arranjando desculpa.

O nome da mulher (Eva)

Eva significa “aquela que da vida” ou “mãe de todos os seres vivos”. Porem, se ela daria luz a humanos que já haviam nascido em pecado (mortos espiritualmente), então por que o nome dela é o daquela que daria a vida?

Conclusão - A Lição do Éden

Você pensando que a história do Éden é um fato real ou uma metáfora, não importa. De qualquer forma, ela pode ser os dois: Qual vai ser o centro do seu Jardim? A Arvore da Vida ou a do Bem e do Mal? E se for a do Bem e do Mal, você vai fugir dela, ou vai passar por ela pra ir até a Arvore da Vida? E se cair em tentação, você vai assumir sua culpa, ou vai culpar Eva e Adão?

Nenhum comentário:

Postar um comentário