quinta-feira, 9 de abril de 2015

Uma Resposta ao PC Siqueira


Recentemente, o vlogueiro PC Siqueira fez um vídeo onde ele diz “porque ele é ateu”. Os motivos dele são: Ou ele vê religiosos fazendo coisas ruins ou ele “não pode provar que algo que não existe não existe”. Nesse texto, eu vou responder o que eu acho relevante no vídeo, já que a maioria é argumentação de quem não manja mesmo.

Uma Resposta a PC Siqueira


Islâmicos radicais

Pra começar, uma parte que eu concordo: Ninguém deve agir violentamente pra defender Deus. Jesus nos advertiu disso quando Pedro tenta defende-lo com uma espada. Pedro corta a orelha de um soldado e Jesus o cura. O que Jesus quer dizer aqui é que não devemos agir com violência para defende-lo, senão iremos impedir as pessoas de ouvir a Palavra de Deus.

“Não foi Deus que deu livre arbítrio pra gente falar o que quer?” (2:10)

Sim. Porem, você tem que ter em mente que existem pessoas que crêem que esse Deus é o Criador e Salvador. (Estou aqui usando uma perspectiva Cristã, pois o ponto dele é direcionado a todos, não apenas aos muçulmanos aqui). Uma analogia: Imagine que seu pai vê que alguém vai atirar em você e se coloca na frente pra te proteger. Você iria gostar quando as pessoas ofendessem ele, mesmo depois de morto?

“Ele vai mandar as pessoas pro inferno por que elas ferem o orgulho dEle?” (2:20)

Não, jovem. Deus não te manda pro inferno (ou aniquilação) por você ofender Ele. É você quem escolhe esse caminho. O inferno é a separação de Deus. Se você vive ofendendo Ele, então simplesmente não quer estar com Ele. E se não quer estar com Deus agora, não vai querer pela eternidade. (O conceito de inferno também não é um mar de fogo, mas sim seria algo como um lugar onde você fica pela eternidade no egoísmo.)

“Se seu Deus não consegue punir as pessoas diretamente quando elas fazem algo errado, então Ele é um inútil (censura)” (3:30)

Nessa parte, ele da vários exemplos de coisas estranhas que religiões antigamente e algumas agora proíbem. E no final ele diz que “se você for numa igreja com um corte de cabelo diferente ou mini-saia as pessoas vão começar a te tratar diferente”. Porem, pessoas que se acham melhor que as outras por causa de cabelo ou roupas e tratam as outras diferentes não sabem o que é ser um Cristão. A Bíblia diz que todos somos pecadores e estamos na mesma posição.

“Se esse Deus existisse de verdade, as pessoas iam ser impedidas de fazer aquilo” (3:50)

O problema com esse argumento é que Deus criou seres livres. Deus nos ama, e por isso fez assim. Amor, por definição, deve ser dado livremente. Deus nos ama e nos deu a liberdade de escolher estar com Ele ou não. Só isso. (Ele pode argumentar “bom, mas Deus não poderia criar seres livres que fazem sempre o certo”. Mas eu já refutei isso em outro texto)

“É filosoficamente e epistemológicamente impossível provar que algo não existe” (4:28)

Claro que você pode provar que algo não existe. Eu posso provar que o Papai Noel não existe simplesmente indo pro Pólo Norte ou vendo que no Natal ninguém cumpriu sua função. Eu posso provar que não existe nenhum solteiro casado. Eu posso provar que não existem pássaros rodeando a Lua.
Ele da dois exemplos: A mula sem cabeça e um ser gigante azul invisível. Quanto a mula sem cabeça, da pra provar que ela simplesmente não existe porque uma mula tem uma cabeça e nessa cabeça tem um cérebro. Sem esses dois, a mula não poderia viver. Poderia argumentar “bom, mas a mula poderia ter o cérebro em outro lugar”. Mas ai já não seria uma mula.
E quanto ao “ser gigante azul invisível”? Teria PC dado o golpe fatal? Bom, não tão rápido! Esse é fácil de refutar. Um ser azul teria que refletir a luz azul, mas pra ser invisível, ele teria que não refletir nenhuma luz. Portanto o conceito de um ser azul invisível é logicamente impossível. (Eu falei mais sobre isso nesse e nesse texto)
No caso de Deus, você tem que dar alguma razão ou argumento para mostrar que Ele não existe.

O deus Ciência (5:00)

Aqui ele fala um monte de coisa sobre “porque o deus ciência funciona e os outros não”. O problema com esse argumento é que dizer como o mundo funciona não diz nada sobre se seu Criador é existe ou não. Como professor John Lennox colocou “dizer como uma maquina funciona não diz nada sobre seu mecânico”.

Messias Gravidade (5:45)

Aqui ele diz “se eu pular de uma ponte, desafiando a gravidade, a gravidade vai me punir. Mas se eu desafiar o Seu Deus, Ele não vai me punir.” O problema com isso é que se Deus punisse cada um que fizesse algo errado diretamente, ninguém seria livre. (Dã). Ele nos deu “regras”, e se persistirmos em quebrar essas “regras” nós mesmos traremos mal a nós e ao mundo. (Veja esse texto e esse texto)

Conclusão


Eu já fui muito fã do PC Siqueira, e o admiro por muita coisa. Mas quando se fala sobre Deus, ele simplesmente é um leigo. E tem gente que vê esses argumentos como “deathblows”. Fora isso, toda vez que ele vai dar uma sugestão ele diz "talvez o seu Deus não exista!" Meu conselho é pra ele pensar em algum argumento contra Deus. Mas antes, de uma checada na minha serie de Piores Argumentos Ateístas, pra não cometer nenhuma burrada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário