terça-feira, 14 de abril de 2015

A Lei da Causalidade se Aplica Fora do Tempo e do Espaço?


Apesar de eu já ter falado um pouco sobre esse assunto, achei importante trazer mais sobre isso. A Lei da Causalidade se aplica fora do tempo e do espaço? Como eu disse em outro texto, dizer que o universo não precisa de uma causa seria cometer a Falácia do Taxi. Quer dizer, você vai com o principio da causa e efeito até onde quer, e depois dispensa, como um taxi. Em outro texto, eu disse que causas não precisam anteceder o efeito no tempo, mas podem ser simultâneas. Nesse texto, quero argumentar que  o principio da causa e efeito deve sim funcionar fora do tempo e do espaço.

A Lei da Causalidade se aplica fora do tempo e do espaço?


O Argumento

O argumento de que a Lei da Causalidade não funciona fora do espaço-tempo se opõe ao que Aristóteles chamava de “causa eficiente”. Uma causa eficiente é aquilo que nós normalmente pensamos sobre “causa”. Por exemplo: um escritor é a causa eficiente de um livro, uma aranha é a causa eficiente da teia, etc. O argumento é resumido assim:

Premissa 1 – A Lei da Causalidade apenas se aplica a coisas físicas no espaço-tempo

Premissa 2 – A criação do universo não ocorreu no espaço-tempo.

Conclusão – Portanto, a Lei da Causalidade não se aplica a criação do universo.

O problema com esse argumento é que as premissas dele mesmo não são coisas físicas no espaço-tempo. Sendo assim, é auto-refutável. E se esse argumento funcionasse, nenhum argumento funcionaria por ter premissas não-físicas fora do espaço-tempo.
A própria lógica é algo não-físico fora do espaço-tempo. Mas se nada causa o processo da lógica, então ela mesma não funciona, até mesmo para esse argumento funcionar. Sendo, novamente, auto-refutável.
Rejeitar uma causa para o espaço-tempo e matéria é uma afirmação que precisa de alguma evidencia. Mas, não da pra se conseguir uma evidencia para isso da ciência. Como Frank Turek colocou:

“Se um ateu disser que a criação do espaço-tempo e matéria não precisa de uma causa [...] então ele precisa apoiar sua afirmação com alguma evidencia. Mas [...] se uma pessoa citar experimentos e observações cientificas como fonte de sua evidencia, então esta apontando que experimentos e observações pressupõem causa e efeito. Você não poderia fazer essas observações ou chegar a qualquer conclusão sem a Lei da Causalidade” [1]




Conclusão


O argumento de que a criação do espaço-tempo e matéria não precisa de uma causa é auto-refutável e não pode ter suporte de evidencias. Alem disso isso iria implicar que o universo simplesmente brotou do nada sem causa de absolutamente nada. E isso, creio eu, que exige mais fé do que para ser Cristão.

Fontes

[1] – Frank Turek, “Causality” em “Stealing from God”, p. 16

Nenhum comentário:

Postar um comentário