domingo, 15 de fevereiro de 2015

Neil DeGrasse Tyson não entende o Argumento do Ajuste Fino.


Na serie “Cosmos”, Neil DeGrasse Tyson consegue explicar o cosmos de uma forma bem interessante. Mas, assim como Hawking, quando ele fala de religião e filosofia é um completo leigo. Isso é visível quando ele diz que “criacionismo implica uma criação de 6000 anos.” O que só demonstra a ignorância dele (ou ele usa isso pra fazer as pessoas pensarem mal do Cristianismo).
Vamos dar uma colher de chá pra ele, já que ele é um cientista, e vamos ver o que ele disse sobre o Argumento Teleológico do Ajuste Fino, que usa dados científicos para validar suas premissas. Apesar de eu ainda não ter explicado esse argumento, eu já falei do ajuste fino do universo, que você pode ler aqui e aqui.

A Objeção de Neil DeGrasse Tyson


Tyson diz:

“A maioria dos locais no universo matariam a vida instantaneamente – instantaneamente! Pessoas dizem, ‘oh, as forças da natureza são balanceadas para a vida’. Desculpe-me. Apenas olhe para o volume do universo onde você não pode viver. Você morrera instantaneamente” [1]

O que deve ser explicado, não é por que o universo proíbe a vida, mas por que ele permite a vida. O porquê de a vida poder se desenvolver em qualquer parte do universo. Para que isso possa acontecer, é necessário um ajuste fino incompreensível das constantes da natureza.
A objeção de Tyson não busca uma explicação do por que o universo tem esse ajuste fino, mas na verdade é uma negação a ele. Note que isso é um tanto quanto burrice. O fato do universo permitir vida, mesmo tendo áreas que a proíbam, não responde por que o universo permite a vida inteligente em qualquer lugar. Deve haver um ajuste adicional entre os planetas, estrelas e luas que varias partes do universo não possui, mas isso não explica o por que das constantes iniciais do Big Bang, constantes da física e leis da natureza serem ajustadas finamente para o aparecimento de vida. O fato de “nossa região” ser favorável e outras não, nem começa a se direcionar a responder o por que de haver esse ajuste.

Tyson entende o argumento do ajuste fino?

Dr. William Lane Craig mostra como Tyson faz a confusão, ele diz:

“Eu suspeito que o que esta por trás da objeção de Tyson é um erro comum em pensar que o termo ‘ajuste fino’ significa ‘projetado’. Porque varias regiões do universo são hostis a vida, é inferido que o universo não foi projetado para a vida. Mesmo essa inferência não faz sentido, mas deixe isso pra la. O mais ponto mais importante é que ‘ajuste fino’ não significa ‘projetado’. Isso faria a inferência ao projeto mera tautologia. Na verdade, ajuste fino é um fato neutro que diz que para o universo permitir vida, as constantes e quantidades fundamentais devem estar em um alcance incompreensivelmente estreito para permitir vida. Esse fato não é negado pelo fato de que vastas regiões do universo não exibem condições adicionais o suficiente para a vida.” [2]

O tamanho do universo faz parte do ajuste fino.

O fato do universo ter partes sem esse ajuste adicional não mostra de que o universo não possui um ajuste fino. De fato, o tamanho enorme (e aumentando!) do universo como um todo é um exemplo desse ajuste fino. Como físico John Barrow colocou:

“A vida só poderia aparecer no universo grande e antigo, negro e gelado. Com seus planetas e estrelas separados por largas distancias levados pela expansão sem fim. Essas são características necessárias para um universo que da suporte a vida. E eu acredito que reconhecendo isso, mostra como a astronomia tem transformado o pensamento simples de um universo sem sentido dos filósofos céticos do passado, trazendo nova vida a muitas questões religiosas sobre a fascinação de um universo” [3]



Conclusão

Físicos como Hawking, Krauss e Tyson têm extremamente pouco conhecimento de filosofia e teologia. Não devemos dar atenção a muito do que eles dizem sobre o assunto. Tyson claramente não entendeu o argumento do ajuste fino, pensando que regiões sem ajuste adicional invalidam o ajuste completo. Ele também deve pensar que “ajuste fino” é usado como sinônimo de “design”, o que demonstra sua ignorância quanto ao argumento.

Fontes

[1] – Fine Tuned Universe? (Neil Tyson, Leading Astrophysicist), https://www.youtube.com/watch?v=mij4DYYnkF8
[2] – Reasonable Faith Q&A, “Is the Universe Hostile to Life?”, http://www.reasonablefaith.org/is-the-universe-hostile-to-life
[3] – Questions of ultimate concern the lawful Universe, John Barrow, 2006 Templeton Prize winner - https://www.youtube.com/watch?v=wDGV9mpfXhM

Nenhum comentário:

Postar um comentário