terça-feira, 11 de novembro de 2014

Adão e Eva foram perdoados?


Essa é uma pergunta interessante. Apesar de sua importância teológica, tem bastante gente do tipo “não tenho argumentos então vou zuar a Bíblia hur dur” na internet fazendo esse tipo de pergunta e se aproveitando para zombar de Deus. Então, nesse texto, vou expor a minha opinião e espero que as pessoas que busquem o conhecimento com sinceridade leiam e pensem sobre isso. Já as irracionais que gostam de ficar de “zuera”, continuem na ignorância.

Deus perdoou Adão e Eva?

Eles eram perfeitos?

É parte da tradição dizer que Adão e Eva nasceram perfeitos e sem pecados. E eu concordo. De fato, eles nasceram sem pecados, mas, por serem livres, eles tinham a habilidade de pecar. É logicamente impossível existir um ser livre que não possa fazer escolhas. Então, não tem como existir alguém sem a habilidade de pecar que seja livre.

[Parte em que você vai querer pular]
Sabendo disso, podemos ver que mais cedo ou mais tarde eles pecariam. É bem possível que haja um mundo possível onde Adão e Eva não pequem. Mas, dada a liberdade de ambos (e da Serpente) talvez esse mundo não seja realizável para Deus. Afinal, foi Deus quem colocou a arvore ali. É bem provável, se admitirmos que Deus tenha conhecimento intermediário, que ele sabia o que aconteceria se a arvore fosse colocada ali. E se não fosse colocada, outro pecado poderia ser cometido. As possibilidades são enormes.
[Fim da parte que você ia querer pular]

Mas e Deus? Ele é livre e perfeito? Eu diria que sim. Não é o caso de Deus não poder errar, é simplesmente o fato de que ele não erra. Adão podia ser seduzido, pois não era perfeito como Deus. Mas Deus é o próprio Bem. Ele é a bondade pura. Ele é a fonte da Lei Moral. O certo existe sem o errado, mas o errado não existe sem o certo.

Por que a arvore do conhecimento estava ali?

Pastor Timothy Keller tem uma boa analogia para explicar isso:


“Eu tenho um filho de dez anos, meu filho do meio, que é uma pessoa muito difícil [...] Eu diria a ele, ‘Me obedeça! Eu sou seu pai. Eu disso pra você fazer isso, apenas fala porque eu te disse pra fazer.” E ele sempre diria ‘Pai, eu ficaria feliz em obedece-lo se você me desse alguma razão para isso [...] Me diga por que isso é útil...’ E eu diria, ‘Se você apenas me obedecer quando eu explicar pra você, então você não vai estar me obedecendo, você vai estar apenas concordando comigo. Eu quero que você me obedeça porque eu tenho quarenta e cinco anos e você tem dez. Eu sei um pouco mais sobre a vida do que você e eu não quero ter que explicar isso pra você porque eu não quero colocar isso em seu cérebro de criança de dez anos’” [1]

Essa é uma forma similar a como Deus viu a arvore no jardim. Ele a colocou la e simplesmente disse “não coma, porque me ama e porque escolheu me amar”. Deus não quer que façamos algo porque podemos nos beneficiar desse algo. Ele quer que nós livremente aceitemos ter um relacionamento com Ele. Ele quer que façamos algo porque o amamos, e essa deve ser a única razão.

O significado de Adão e Eva

Com isso em mente, vamos para o significado de Adão e Eva para a humanidade. Apesar de serem tratados como pessoas históricas, a importância de Adão e Eva vai muito alem de uma mera história de criação. Como agentes livres, Adão e Eva tinham a capacidade de pecar, assim como eu e você temos. Toda a história da queda do homem, apesar de ser tratada como histórica pela Bíblia, também tem seu significado simbólico para toda a humanidade.
A história diz como Satanás atrai Eva para comer o fruto proibido, e depois ela, sem saber, atrai Adão para comer também. Quando Deus vê isso, eles não têm coragem de assumir suas culpas, e culpam um ao outro.

Disse o homem: "Foi a mulher que me deste por companheira que me deu do fruto da árvore, e eu comi".O Senhor Deus perguntou então à mulher: "Que foi que você fez? " Respondeu a mulher: "A serpente me enganou, e eu comi". - Gênesis 3:12-13

Nós passamos por isso. Se cometemos alguma agressão dizemos “mas a culpa foi dele, ele me provocou!”. Ou algo mais moderno, “a culpa é da internet”. Qual é, a culpa é nossa mesmo.
É impossível que nós, no lugar de Adão e Eva, tivéssemos feito diferente. A Bíblia diz que existem similaridades entre os primeiros humanos e os humanos atuais. Então, as suas únicas escolhas seriam (e são): Você quer ser seu próprio Deus ou você quer ter um relacionamento com Deus?

Como Deus tratou Adão e Eva após o pecado?

Deus os vestiu

O Senhor Deus fez roupas de pele e com elas vestiu Adão e sua mulher. - Gênesis 3:21

Deus retirou-os do Jardim, prevenindo-os de comer do fruto novamente.

Então disse o Senhor Deus: "Agora o homem se tornou como um de nós, conhecendo o bem e o mal. Não se deve, pois, permitir que ele também tome do fruto da árvore da vida e o coma, e viva para sempre".Por isso o Senhor Deus o mandou embora do jardim do Éden para cultivar o solo do qual fora tirado. - Gênesis 3:22-23

Deus deu a Adão outro filho

Novamente Adão teve relações com sua mulher, e ela deu à luz outro filho, a quem chamou Sete, dizendo: "Deus me concedeu um filho no lugar de Abel, visto que Caim o matou". - Gênesis 4:25

O que é necessário para o perdão?

O grande ponto para o perdão é o verdadeiro arrependimento. Deus deu varias bênçãos a Adão e Eva mesmo depois deles terem comido do fruto proibido. Isso mostra o amor de Deus mesmo pelos pecadores. Após o nascimento de Sete, Deus começou a ser adorado por todos. E isso deve incluir Adão e Eva.

Também a Sete nasceu um filho, a quem deu o nome de Enos. Nessa época começou-se a invocar o nome do Senhor. - Gênesis 4:26 
Vimos em Gênesis 4:26 que o Senhor começou a ser adorado, seu nome começou a ser invocado. Podemos considerar então que Adão e Eva também “começaram” a adorar o Senhor. Isso mostra seu arrependimento.

O sacrifício de Jesus e salvação antes de Cristo

Há também essa questão de “como as pessoas eram salvas antes de Cristo?”. As respostas talvez variem, mas acredito que o sacrifício de Jesus transcenda o tempo. O sacrifício de Jesus não vem em um sentido cronológico, mas sim em um sentido “cairologico”. Um sentido de importância.
As pessoas que viveram antes de Cristo seriam salvas pela mesma maneira que as pessoas que não ouviram falar de Cristo atualmente. Dr. William Lane Craig coloca dessa forma:


“...segundo a Bíblia, Deus não julga as pessoas que jamais ouviram sobre Cristo com base na fé delas em Cristo. Antes, Deus as julga com base na luz da revelação geral de Deus na natureza e na consciência que elas realmente possuem. A oferta de Romanos 2.7 — “Assim, ele dará a vida eterna aos que, perseverando em fazer o bem, procuram glória, honra e imortalidade” — é oferta sincera de salvação. Isso não quer dizer que as pessoas podem ser salvas sem Cristo. Antes, quer dizer que os benefícios da morte expiatória de Cristo poderiam ser aplicados às pessoas sem que elas tivessem conhecimento consciente de Cristo. Elas seriam semelhantes a certas pessoas mencionadas no Antigo Testamento, como Jó e Melquisedeque, que não tinham conhecimento consciente de Cristo nem sequer eram membros da família da aliança de Israel e, todavia, desfrutaram de um relacionamento pessoal com Deus. De modo semelhante, poderia haver Jós contemporâneos vivendo entre o porcentual da população do mundo, os quais ainda precisam ouvir o Evangelho de Cristo.” [2]

Conclusão

Adão e Eva foram perdoados? Acredito que sim. Porem, as conseqüências de seu pecado permanecem. Isso porque todos os homens são livres, e todos faríamos o mesmo no lugar deles. Alem disso, o ponto não é que "Deus castiga", mas sim que Deus avisa que algo ruim vai acontecer se pecarmos. - Ele manja dos paranaue. Mas Deus é bom, e enviou Seu filho para nos dar um caminho para a salvação. Um caminho, para um relacionamento com Ele. Um caminho, para seguir o propósito original.

Fontes

[1] – The Veritas Fórum, “[official] Q&A with Tim Keller - Reason for God? Belief in an Age of Skepticism”, https://www.youtube.com/watch?v=L9jHlrMRJAo (1:17:00)
[2] – Reasonable Faith, “Como é possível Cristo ser o único caminho para Deus?”, http://www.reasonablefaith.org/portuguese/como-e-possivel-cristo-ser-o-unico-caminho-para-deus

6 comentários:

  1. Cara, sua mente é congelada no tempo do bronze, vc sabe quanto é dois mais dois? No seu cérebro só deve haver tico pois teco se matou, aff.

    ResponderExcluir
  2. muito boa sua tese!
    eu também acredito sim que o Adao e Eva sejam perdoados...
    que o sacrificio de Jesus Cristo tenha salvado os povos da antiga e nova aliança.

    ResponderExcluir
  3. Gostei da sua explicação, mas você não acha um pouco egoísta e ditador da parte de Deus não nos dar conhecimento e querer que nós o obedeçamos apenas porque o amamos? Isso não é liberdade para mim. Liberdade seria eu poder saber o porquê das coisas e escolher entre obedecer ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DEUS é omnisciente, ou seja, ELE é o único que sabe e que pode saber todas as coisas, ELE é o único absolutamente livre, só ELE é absoluto, não pode existir dois.
      Amei o exemplo do pai e da criança de 10 anos, preferes confiar em quem, no DEUS ONIPOTENTE, ONISCIENTE ou em seres limitados como nós?

      O primeiro pecado (eu acredito que todos são) foi a vontade de ser DEUS, tomar o seu lugar, DEUS quando estabelece limites, nos salvaguarda disto, da presunção, prepotência, arrogância e sedução que estão à mercê para tentar (falivelmente), tomar o lugar de DEUS.

      Tudo posso naquele que me fortalece, todas as coisas me são licitas, mas nem todas convém, estes versículos mostram tamanha liberdade que temos, somente DEUS nos limita para que não pequemos, tentando ser DEUS.

      Excluir
  4. Ótima explicação, gostei de tudo, só peço que erre menos na ortografia, pois é terrível ler assim e alguns ateus ficam de zoação por estas besteiras, sei que esbarra numa tecla aqui, outra ali, mas sempre releia tudo.
    GOD BLESS YOU!

    ResponderExcluir